Categories: Uncategorized

Curso automaquiagem

Este curso é direcionado às mulheres que querem maquiar-se com segurança, valorizando seus pontos fortes e corrigindo outros com pequenos truques.

Usamos também os segredos do uso dos produtos exclusivos de estúdios fotográficos para nosso dia a dia. Acredito que muitas mulheres já fizeram cursos de maquiagem, procurando novas tendências, para saborear um ar fashion de beleza. Aprendem superficialmente e se extasiam com os resultados das modelos jovens com pele aveludada que mal precisariam de um pó compacto.

São sombras que achamos maravilhosas, batons, rímeis e bases dos mais diversos tons. Chegamos em casa com todos os produtos, e não sabemos mais como usá-los, ou que não são adequadas ao nosso rosto ou mesmo faixa etária. Assim vamos acumulando produtos, abarrotando nossas gavetas, e quando precisamos de um make-up mais seguro, “corremos para os maquiadores”.

Participei de inúmeros cursos de maquiagem, e visitei alguns dos maiores centros de produtos de maquiagem, aprendendo e buscando a melhor forma para uma auto maquiagem com segurança e específica para cada pessoa, onde aprendessem a reconhecer o que poderiam realçar e valorizar em seu próprio rosto. A Secret self make-up é personalizada.

Cada rosto tem seu matiz, seus pontos fortes, e outros pequenos a corrigir. Mas são todos diferentes, com humores, brilhos e individualidades. Ninguém conhece tão bem seu rosto como você mesma. Queremos descobrir para valorizar os pontos que temos, abrilhantar nossos olhos, e realçar aquela imagem que idealizamos cada dia em nosso espelho.

Sem milagres, apenas com técnica, e competência.  Observe que a maquiagem não substitui uma plástica necessária. É maravilhoso descobrir-se, depois que nos entendemos. Vamos redescobrir e redimensionar estes conceitos, e vai aparecer uma nova imagem. Você ficará muito feliz e confiante, com seu auto estima nas nuvens.

Os produtos Veríssima são referência em maquiagem de alto padrão. Sua fórmula foi desenvolvida para cada tipo de pele, para um resultado extraordinário. Sempre que focamos belíssimas imagens, vemos que está atrelado à produtos de qualidade.

Se você deseja realizar um curso e automaquiagm ou qualquer outro que seja, mas não possui condições financeiras para isso, o programa mais bolsas 2019 irá te ajudar, o programa oferece bolsas de estudos de até 75% em diversas modalidades de ensino, aproveite! Acesse o site e se inscreva.

Categories: Uncategorized

Governo Informa Como Sacar o seu PIS

Muitos trabalhadores brasileiros recebem anualmente o Abono Salarial Caixa, mas existem ainda muitas dúvidas de como receber esse benefício. Quer saber mais informações? Acompanhe o nosso blog e saiba tudo sobre o Abono Salarial Caixa.

Conhecido também como PIS, esse benefício é considerado por muitos trabalhadores como um 14º salário.

Esse tipo de benefício é pago a todos os trabalhadores que fazem parte de alguma empresa privada. O principal objetivo desse programa é promover a integração desses colaboradores com seus empregadores, promovendo o desenvolvimento de ambos.

O Abono Salarial Caixa é pago pela Caixa Econômica Federal e o seu valor é baseado em um salário mínimo 2019, sempre respeitando as datas do Calendário do PIS e a proporcionalidade de meses trabalhados no ano anterior.

Abono Salarial Caixa: Quem pode receber esse benefício?

Como qualquer outro benefício pago pelo governo, o cidadão que quer receber o Abono Salarial Caixa precisa estar de acordo com alguns requisitos exigidos. Conheça quais são eles:

  • Ser um trabalhador cadastrado no PIS há pelo menos 5 anos;
  • Para poder receber esse benefício, o trabalhador não poderá ter recebido mais do que dois salários mínimos como média no ano anterior;
  • No ano anterior, o trabalhador deverá ter trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias;
  • O empregador deverá manter os dados pessoais do trabalhador atualizados na RAIS (Relação Anual de Informações Sociais). O empregado tem a obrigação de fornecer todas essas informações ao seu empregador, principalmente quando houver alguma alteração nos dados pessoais. Lembre-se: se os dados não estiverem corretos, você não poderá receber seu benefício.

Abono Salarial Caixa: Datas de pagamento do Abono

O governo sempre divulga um calendário determinando as datas de pagamento do Abono Salarial Caixa.

Esse calendário de pagamento foi criado para proporcionar mais organização na hora de realizar esses pagamentos. Nessas datas, os bancos costumavam a ficar cheios antes da existência desse calendário, o que acabava gerando muito tumulto. Agora os pagamentos estão mais organizados.

Para saber quando você receberá, consulte o mês do seu nascimento. É muito fácil.

Por enquanto, você pode conferir as datas do primeiro semestre. Logo sairão mais datas até o final do ano. Confira a imagem abaixo:

Abono Salarial Caixa: Como receber esse benefício?

Sacar o benefício do Abono Salarial Caixa é muito fácil. Existem 3 opções para você escolher. Conheça-as a seguir:

Se você já possui o Cartão Cidadão, basta dirigir-se a uma agência da Caixa Econômica Federal ou qualquer terminal de atendimento. O saque é realizado sem dificuldades.

Caso ainda não tenha esse cartão, então é necessário que você se dirija a uma agência da Caixa Econômica Federal com algum documento de identidade com foto.

Uma das formas mais fáceis de receber esse benefício é para aqueles que já são clientes da Caixa: se você tiver uma conta Poupança ou uma conta Caixa Fácil com movimentação e saldo mínimo de R$ 1,00, o benefício será depositado automaticamente assim que for disponibilizado pelo governo.

Abono Salarial Caixa: Contato

Se você tiver alguma dúvida sobre como receber o benefício do Abono Salarial Caixa e quiser saná-la, basta ir pessoalmente em uma agência da Caixa Econômica Federal.

Se preferir, poderá ligar para o SAC da Caixa no número 0800 726 0101. A ligação é gratuita.

Categories: Mercado

Red Hat lança plataforma para aplicativos móveis

Red Hat Mobile Application Platform integra workloads de aplicativos móveis na infraestrutura de TI existente.

A Red Hat, fornecedora de soluções open source para o mercado corporativo, acaba de lançar a Red Hat Mobile Application Platform, que incorpora a tecnologia adquirida na aquisição da FeedHenry aos produtos JBoss Middleware e ao portfólio OpenShift PaaS, conferindo novos serviços móveis. A plataforma oferece às empresas um conjunto de tecnologia para permitir que os workloads centrados em aplicativos móveis se integrem com as infraestruturas existentes de TI, reduzindo a complexidade e aumentando a agilidade em todos os ciclos de desenvolvimento e implantação de soluções móveis.

Segundo a empresa, a Red Hat Mobile Application Platform ajuda a simplificar e acelerar o desenvolvimento, integração, implementação e gerenciamento de soluções móveis, permitindo a colaboração entre as equipes de desenvolvimento, tais como os desenvolvedores de aplicações front-end, de integração back-end e as equipes de DevOps. A Red Hat também está disponibizando uma oferta para desenvolvedores em seu ambiente aberto de criação de nuvem pública e hospedagem, o OpenShift Online. O suporte completo para a Red Hat Mobile Application Platform em ambientes de produção por meio do OpenShift Enterprise está programado para ocorrer no próximo ano.

A nova plataforma fornece ainda recursos móveis que incluem segurança, conexões reutilizáveis para sistemas back-end e desenvolvimento ágil/colaborativo de aplicativos. “A Red Hat Mobile Application Platform oferece recursos móveis vitais e uma integração gerenciável e segura com sistemas enterprise fornecidos por um único provedor confiável e premiado de middleware de soluções em nuvem e móveis de nível corporativo”, diz Cathal McGloin, Vice-Presidente da área de Plataformas Móveis da Red Hat.

Ao estender aplicações complexas aos dispositivos móveis, a Red Hat acredita que um conjunto de ricos serviços de middleware proporcionará os fatores que definirão a próxima geração de capacidades de PaaS. Ao levar a sua Plataforma de Aplicativos Móveis para o OpenShift, a Red Hat pretende se posicionar para isso, avançando mais ainda a visão dos serviços Red Hat xPaaS.

A Red Hat também anunciou planos para ajudar a estabelecer um projeto a montante em open source que se chamará FeedHenry e focará no desenvolvimento de tecnologias móveis open source de ponta, incluindo a tecnologia de plataformas para aplicativos móveis FeedHenry transformada em software open source pela Red Hat. A comunidade está programada para ser lançada no ano que vem.

Categories: Mercado

Alta do ICMS pode fechar 85 mil estabelecimentos e desempregar 450 mil pessoas em SP

O aumento de 18% para 25% do ICMS sobre cerveja proposto pelo governo estadual de São Paulo é a maior alta da história do Estado e irá agravar o alarmante cenário que o setor de bares e restaurantes enfrenta no momento. Diante da crise econômica atual, um em cada quatro estabelecimentos já fecha o mês com prejuízo, de acordo com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). “Esse aumento de impostos pode resultar na demissão de 450 mil pessoas. Não temos mais como absorver tanto imposto e aumento de custos”, declara Paulo Solmucci, presidente nacional da Abrasel.

A associação prevê que a alta do imposto pode ocasionar o fechamento de 85 mil estabelecimentos no Estado de São Paulo. O setor de bares e restaurantes emprega 1,8 milhão de pessoas no Estado e a venda de bebidas representa até dois terços do faturamento desses estabelecimentos. Com o aumento da alíquota do ICMS da cerveja, o preço final ao consumidor deve subir, afugentando ainda mais os clientes. A lógica é simples: diante da elevação de impostos, o preço dos produtos também cresce, as vendas caem, o varejo vende menos e, consequentemente, cai a margem de lucro, aumenta o prejuízo e sobe o número de demissões.

“Estimamos que para cada 1% de aumento no preço, teremos uma redução de 1,5% no volume de venda de cerveja”, afirma Solmucci. Ou seja, a arrecadação não será a esperada pelo governo, pois deverá haver uma retração de cerca de 30% no volume. “É impressionante como não se percebe que o aumento de imposto vai acelerar o fechamento de estabelecimentos e levar milhares de chefes de famílias para o desemprego. O que é ainda mais grave em um momento de crise como o atual, quando o governo deveria pensar em como manter postos de trabalho”, completa Solmucci.

“O aumento do ICMS em São Paulo vai sufocar ainda mais os empreendedores do nosso setor. Muitos dos donos de bares acreditam que fechar as portas é só uma questão de tempo. E, infelizmente, se esse aumento for aprovado, isso acontecerá muito em breve”, lamenta Percival Maricato, presidente da Abrasel São Paulo.

Hoje, o Estado de São Paulo possui mais de 350 mil bares e restaurantes. “Apesar de toda essa representatividade socioeconômica, nosso setor parece invisível aos olhos do poder público. Se esse aumento de ICMS for aprovado, a conta será paga com desemprego e fechamento de pequenos e médios negócios”, enfatiza Solmucci.